A escala de trabalho é um dos pontos principais para gerar uma boa harmonia no ambiente de serviço e promover uma divisão de tarefas e obrigações de forma mais justa.

Ainda, saber exatamente os dias de folga e de trabalho são fatores que ajudam na definição de estratégias e processos empresariais. Muitos gestores, responsáveis pelo RH e os próprios donos de negócios, porém, têm dúvidas quanto a pontos básicos sobre a escala de trabalho.

Pensando nessa lacuna, preparamos este material com dicas e pontos a serem seguidos para realizar uma escala de trabalho eficiente. Nessa perspectiva, analise todas as informações aqui apresentadas e procure adotá-las no seu negócio. Quer descobrir tudo sobre o assunto? Confira toda a leitura até o final agora mesmo!

O que é uma escala de trabalho eficiente?

Em primeiro lugar, é preciso saber exatamente no que consiste uma escala de trabalho que seja eficiente e produtiva. Pois bem, desde a assinatura da Constituição Federal de 1988, existem diversas regras e obrigatoriedades vigentes dentro do plano da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A CLT legisla sobre os principais tópicos dentro de uma relação empregador—funcionário. O objetivo central é evitar e punir situações de abuso e condições injustas envolvendo ambos os lados.

Algumas regras básicas precisam ser seguidas na hora de montar uma escala básica de trabalho. Veja logo abaixo:

  • todo trabalhador tem direito a um descanso semanal de, no mínimo, 24 horas;
  • é preciso que o descanso semanal coincida com o domingo pelo menos a cada 7 semanas;
  • entre uma jornada de trabalho e outra, é preciso um descanso mínimo de 11 horas.

Agora que você já conhece alguns dos principais tópicos envolvidos na formatação de uma jornada de trabalho, confira algumas das escalas mais comuns no mercado. Continue a leitura!

Escala trabalhista 5X2

Nesse modelo, ao se trabalhar por 5 dias, o empregado tem direito a 2 dias de descanso. Essa é uma das modalidades de contratação mais comuns no mercado e tende a agradar os colaboradores. Afinal, isso ocorre porque há sempre o fim de semana disponível para descanso.

Escala trabalhista 12X36

Já na escala do tipo 12X36, a cada 12 horas de trabalho, o funcionário tem direito a 36 horas de descanso. Muitos trabalhadores da área da saúde e de segurança pública são admitidos nesse modelo de escala de trabalho. Isso é devido ao fato de que não é possível interromper a atividade sem gerar prejuízos.

Um detalhe importante e que não pode passar despercebido é o fato de que essa escala é legalmente acordada em convenções coletivas. Entretanto, esse modelo não tem amparo legal nos tribunais trabalhistas. Fique atento a esse aspecto!

Escala trabalhista 6X1

A escala 6X1 diz que, a cada 6 dias de trabalho, o funcionário tem 1 dia de descanso. Um ponto importante é que a jornada semanal nunca pode superar 44 horas. Transgredir essa legislação pode deixar o empregador sujeito a pesadas multas.

Como montar uma escala de trabalho eficiente?

A seguir, listamos alguns tópicos que podem ajudar você a montar uma escala de trabalho eficiente e mais produtiva. Vai perder essa oportunidade?

Fique atento à legislação

Como já foi dito, a CLT é um dos instrumentos utilizados pelos órgãos competentes a fim de minimizar ocorrências de abusos e exploração da mão de obra. Por isso, é preciso que o empregador tenha conhecimento de todas as regras existentes.

Contar com uma boa contabilidade ou, até mesmo, investir na criação de um departamento de RH na própria empresa podem ser boas opções. Assim, minimizam-se as chances de ocorrerem problemas que resultem em complicações futuras. Além do mais, é necessário compreender que os prejuízos decorrentes de transgressões às regras trabalhistas são muito maiores do que apenas a aplicação de multas.

Afinal, desrespeitar a legislação e afetar negativamente seu colaborador pode fazer com que haja desentendimentos e uma quebra de confiança entre o funcionário e a empresa. É preciso lembrar que os trabalhadores são um dos principais ativos de uma organização, por serem responsáveis por executar tarefas e fazer com que a operação siga de forma eficiente e objetiva.

Avalie a equipe

Como saber se um processo novo está gerando resultados satisfatórios ou não? Pela avaliação, que é algo vital para toda e qualquer estratégia. Ela permite descobrir quais pontos podem ser ampliados e quais necessitam ser reavaliados e modificados para performar melhor.

A avaliação da equipe deve ser feita de forma profissional, sem expor nomes dos envolvidos na pesquisa. Coletar os dados dessa mesma maneira também evita que haja divergências e resultados contradizentes. Uma dica muito válida é utilizar programas básicos para realizar as pesquisas e avaliações. O próprio Google dispõe de extensões bastante úteis, como os formulários online.

Um outro ponto que não pode ser negligenciado é quanto ao engajamento da equipe para a participação nas avaliações. É preciso ter total participação, para que os resultados representem a realidade de forma fiel.

Estabeleça horários de descanso

Não é preciso ser nenhum exímio gestor para entender que a produtividade oscila ao longo do dia. Por isso, é muito interessante procurar estabelecer horários predefinidos para descanso na própria empresa.

As startups de tecnologia já utilizam esse conceito e colhem os frutos. Elas costumam colocar sinucas, jogos, bares temáticos, redes, videogames e outros benefícios para que os colaboradores consigam descansar a mente e o corpo da jornada de serviço.

Analise, pesquise e defina algumas opções que sejam vantajosas e correlacionadas com as capacidades da empresa. O importante é sempre prezar pela qualidade de vida e saúde do colaborador. Assim, ele pode entregar muito mais durante a sua jornada de trabalho.

É fundamental, também, atentar para datas comemorativas e feriados na hora de planejar uma escala. Alternar folgas e avisar previamente os funcionários sobre a situação de cada um ajuda a evitar problemas e insatisfações. Fique atento a isso!

Ao longo do texto, ficou muito evidente o quanto uma boa escala de trabalho influencia no alcance de resultados na empresa. É preciso muita atenção e flexibilidade, a fim de evitar erros, que podem tornar insuficiente o desempenho de um colaborador.

Percebeu como nosso material pode ajudar você a tomar melhores decisões sobre a montagem de uma escala de trabalho eficiente? Então, siga nosso Facebook para não perder nenhuma novidade!