Existem diferentes tipos de financiamento para o setor logístico. O BNDES Finame — Financiamento de Máquinas e Equipamentos — é uma linha específica para empresas, que recebem, por intermédio de instituições financeiras credenciadas, valores com o objetivo de adquirir máquinas, equipamentos, bens de informática e de automação novos.

Por isso, o financiamento divide-se em três linhas de crédito, com condições financeiras específicas: BK Aquisição e Comercialização, BK Produção e Moderniza BK. Se você é empresário e quer modernizar sua infraestrutura para aumentar sua produtividade e se tornar mais competitivo, continue a leitura deste post!

Tipos de financiamento BNDES Finame

Confira os tipos de financiamento disponibilizados pelo BNDES.

BK Aquisição e Comercialização

Essa linha de crédito é solicitada para empresas que desejam adquirir máquinas, equipamentos, bens de informática e automação, sistemas industriais, veículos (ônibus, caminhões) e aeronaves executivas.

BK Produção

Esse tipo de financiamento pode ser usado para capital de giro, desde que seja para empresas cuja atividade abrange a produção industrial de itens como bens de informática e automação, máquinas e equipamentos.

Moderniza BK

moderniza BK é destinado à melhoria e modernização de equipamentos e máquinas nacionais.

Processo de contratação do financiamento

O primeiro passo para contratar o BNDES Finame é escolher a linha de crédito adequada para o objetivo do negócio. Em seguida, é importante simular o valor para verificar se a capacidade de pagamento da empresa é compatível com as parcelas que serão assumidas.

Se esse valor for adequado, ele não sobrecarrega o fluxo de caixa da empresa e não compromete sua liquidez financeira — tão importante para a saúde do negócio. O próprio site do BNDES disponibiliza uma ferramenta que simula as parcelas em função do prazo e da taxa de juros praticada.

Para empresas que desejam adquirir equipamentos, máquinas ou veículos, é importante, ainda, escolher o item na listagem de bens financiáveis, disponibilizada pelo BNDES.

Outra escolha que deve ser feita para aqueles que pleiteiam um financiamento é o agente financeiro credenciado, que pode ser banco comercial, banco de desenvolvimento, cooperativa de crédito ou agência de fomento.

Apenas o agente financeiro credenciado tem autorização para repassar os recursos do BNDES. Ele também será responsável por analisar a situação financeira do futuro devedor — em operações menores que R$ 20 milhões ou enquadradas no prazo preestabelecido pelo BNDES, deverá recolher sua documentação e negociar as garantias do crédito.

Ao atestar a capacidade de pagamento do pleiteante, a instituição encaminha a solicitação para o BNDES, que avalia os requisitos (documentação exigida, entre outros dados) e, em caso de cumprimento, autoriza o financiamento mediante apresentação da nota fiscal.

Regras para contratação do BNDES Finame

Contratante

As linhas de crédito do BNDES Finame são concedidas apenas a empresas brasileiras, independentemente do porte, sediadas no país. Os créditos também podem ser adquiridos pela administração pública, por produtores rurais, autônomos e pessoas físicas associadas às cooperativas, fundações e associações.

Juros

Conforme especificado pelo BNDES, a composição dos juros varia de acordo com:

  • operação escolhida;
  • taxa de intermediação praticada pela instituição financeira;
  • custo financeiro (índice TLP, SELIC, taxas indexadas ao IPCA, entre outras);
  • honorário básico do BNDES, usado para o pagamento de despesas administrativas e operacionais da instituição;
  • taxa de risco de crédito (operações indiretas têm o risco assumido pela instituição credenciada);
  • taxa de intermediação financeira, que cobre a avaliação de crédito dada pelas instituições financeiras credenciadas;
  • remuneração da instituição financeira credenciada;
  • comissões e outros encargos que podem ser cobrados pelo BNDES;
  • encargo por reserva de crédito, que consiste no custo do saldo não utilizado com o financiamento contratado.

Taxas

As taxas podem variar conforme o tamanho da empresa. Aquelas classificadas como microempresa (com faturamento bruto anual menor ou igual a R$ 360 mil) podem pagar entre 1,42% a.a. e 2,25% a.a..

A participação do BNDES em financiamentos para empresas com receita operacional bruta anual de até R$ 300 milhões pode ser de até 100%. Já para grandes empresas (receita maior que R$ 300 milhões), pode chegar a até 80%.

Para a aquisição de ônibus e caminhões, a parcela que exceder a participação de 60% do BNDES terá custo baseado em referenciais de mercado.

Prazos

O prazo de pagamento pode ser de até 10 anos, com carência de até 2 anos.

Vantagens para empresas que optam pelo financiamento

Esse tipo de financiamento é muito requisitado pelas baixas taxas de juros incididas sobre as operações. Apesar disso, como as variáveis (juros, encargos, nível de participação, carência e outras condições) são específicas para cada perfil, os casos devem ser analisados individualmente.

Em linhas gerais, as vantagens abrangem:

  • taxas abaixo da praticada pela SELIC;
  • carências que podem chegar a até 24 meses;
  • possibilidade de pagamentos trimestrais (mediante aprovação da instituição bancária mediadora);
  • não cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras);
  • período alongado para a quitação, conforme dito anteriormente, que pode chegar a 120 meses;
  • possibilidade de enquadramento no BNDES FGI (Fundo Garantidor do Investimento), para complementar as garantias oferecidas pela empresa.

Como um órgão público, o BNDES tem o objetivo de estimular a economia por meio do incentivo financeiro. Diferentes empreendimentos, de tamanhos e áreas distintas, podem se enquadrar nessa variedade de linhas de créditos disponíveis.

Logo, o BNDES Finame é um financiamento responsável por estimular a economia do país, ajudar na modernização de processos e na busca pela eficiência por meio de equipamentos e máquinas mais avançados.

Com um processo produtivo mais eficiente, as empresas se tornam mais competitivas e fortalecidas. Com baixas taxas de juros e prazo de pagamento alongado, seu fluxo de caixa não é comprometido e a carência aumenta a possibilidade de contar com resultados antes mesmo da quitação da primeira parcela.

A ajuda de uma consultoria, para adequar a linha de crédito ideal ao negócio, pode ser a chave para uma contratação bem-sucedida. Por isso, consulte quem entende realmente do assunto e pode ajudar nessa escolha tão importante.

A Real Furgões projeta e fabrica soluções logísticas para empresas. Somos especializados em projetos especiais de carga, de acordo com a necessidade do seu negócio.

Agora que você já sabe como contratar o BNDES Finame, entre em contato com a Real Furgões e saiba como podemos ajudar você!