Durante o transporte de cargas, a depender do produto que está sendo transportado, podem ocorrer algumas perdas, seja por uma parte do produto vazar durante a entrega ou, até mesmo, acidentes e outros problemas que fazem com que uma boa parte dela tenha que ser inutilizada.

Neste texto, daremos algumas dicas de como elaborar uma estratégia para a redução de perdas e controle de cargas, para que assim, a mercadoria chegue até o seu destino o mais fiel possível de quando saiu para viagem, garantindo a satisfação do cliente e um maior profissionalismo da sua frota.

O que é a redução de perdas e controle de cargas?

A redução de perdas e controle de cargas é um conjunto de práticas que visa justamente evitar a perda de uma parte ou até mesmo toda a mercadoria durante o processo de transporte. Assim, isso evita problemas com o responsável por receber a mercadoria, além de conseguir melhorar a qualidade do serviço de entrega.

Esse é um dos principais desafios enfrentados por quem realiza entregas, já que podem ocorrer prejuízos decorrentes dessas mercadorias que chegaram incompletas até o seu destino. Muitos clientes podem parar de realizar fretes com a sua frota por conta disso, além de prejudicar o nome da sua marca.

Dessa maneira, é importante identificar quando isso acontece e investir em maneiras de diminuir ao máximo a redução de perdas e o controle das cargas, algo que deve começar desde a etapa de planejamento até mesmo na hora de descarregar as mercadorias, já que diversos problemas podem resultar nesse problema.

Cada empresa pode lidar diferente com a perda e controle das suas cargas, a depender do problema principal que esteja causando essa situação. Dessa forma, agir diretamente na causa fará com que você economize tempo e dinheiro na hora de resolver esse problema e garantirá efetivamente uma melhora nos resultados.

Como conseguir bons resultados?

Agora que você entendeu o que é a redução de perdas e controle de cargas, está na hora de conhecer algumas dicas que podem ajudar a diminuir esse problema dentro do seu setor de logística e, assim, garantir a entrega máxima do que os seus clientes pediram, aumentando a sua satisfação.

1. Fazer um bom controle de estoque

O primeiro passo é fazer um bom controle de estoque. Dessa maneira, você saberá exatamente o quê e em qual quantidade o seu cliente pediu determinado produto e, assim, conseguir fazer uma entrega correta. É importante criar alguns padrões e regras para a organização do estoque, o que facilitará a busca por determinados produtos.

Além disso, é importante ter desenhado um fluxo de entrada e saída dessas mercadorias. Dessa maneira, fica mais fácil entender o caminho percorrido pelas cargas até chegar ao seu destino. Isso permitirá que a equipe de logística consiga entender mais facilmente esse processo, o que consequentemente ajudará na resolução de problemas.

2. Investir em treinamento

É muito importante que a sua equipe de logística e transporte esteja bem treinada, para que ela possa ter uma melhor organização e gestão dos pedidos, além de conseguir resolver problemas em relação ao setor mais facilmente. É interessante oferecer palestras, cursos, seminários e outras maneiras de permitir com que os funcionários possam se atualizar e especializar na área.

Além disso, no momento da contratação também é importante investir em um pessoal qualificado, para que eles já tenham experiência com esse tipo de atividade e consigam não apenas entender o ritmo da empresa mais facilmente, mas apresentar novidades no setor que poderão otimizar o seu funcionamento.

3. Estudar e otimizar os processos de distribuição

É muito importante entender como se dá o processo de distribuição na empresa, para que seja possível encontrar falhas e propor mudanças que sejam benéficas para o setor e otimizem o seu funcionamento. Estudar o estado atual da empresa e o desempenho do setor atualmente ajuda a avaliar o que é possível mudar ou manter.

Além disso, é importante prezar pela integração das equipes, uma vez que o setor de distribuição e logística precisam conversar com outras áreas para conseguir uma maior fonte de informações bem como otimizar toda a empresa para uma entrega mais efetiva das mercadorias que devem ser entregues.

4. Realizar o controle por rastreamento

Você sabia que é possível monitorar o envio das suas cargas? Existem algumas tecnologias que podem auxiliar nesse sentido, oferecendo a localização em tempo real do caminhão enquanto ele está na rota de entrega. Dessa maneira, é possível conhecer o caminho percorrido pelo motorista para a realização da entrega, o tempo da viagem, entre outras informações.

Uma das mais utilizadas é o GPS, no qual 24 satélites podem fazer o monitoramento do veículo, mostrando o caminho pelo qual ele está percorrendo até finalizar a entrega. É instalado um receptor no caminhão que fará o recebimento dos sinais captados pelos satélites, fornecendo, assim, a informação de localização exata.

5. Melhorar o processo de armazenagem

Muitas mercadorias podem sofrer danos e perdas antes mesmo de serem carregadas no caminhão para a realização da entrega. O momento de armazenagem também deve ser bem-planejado e feito com cuidado, para que não ocorram danificações nos produtos. Busque, por exemplo, respeitar o limite de empilhamento.

Além disso, é importante não deixar as mercadorias diretamente no sol ou em locais úmidos, o que pode afetar a sua qualidade. Também é importante organizá-los de uma maneira que seja fácil o seu reconhecimento, evitando com que os produtos fiquem misturados ou sejam de difícil acesso.

6. Garantir o uso de boas embalagens

As embalagens são um dos itens mais importantes para garantir a segurança da sua carga, já que isso evita que eles se percam, além de receber uma proteção extra contra as mudanças no ambiente, como raios solares muito fortes ou umidade do local. Além disso, as embalagens permitem com que ele seja mais facilmente localizado e transportado.

Além disso, as embalagens permitem uma melhor conservação do produto, principalmente os alimentícios, que são menos resistentes às intempéries e contam com riscos de serem contaminados por bactérias e outros seres que podem fazer mal ao consumidor final e diminuir a sua qualidade.

Assim, entendendo como fazer a redução de perda e controle de cargas, você conseguirá oferecer um melhor serviço para os seus clientes. E que tal contar com uma ajuda extra para realizar essa atividade? Com a Real Furgões, você tem acesso a diversos equipamentos que podem ajudar a reduzir a perda dos produtos durante a logística.

Entre em contato conosco e saiba mais!