Veja aqui como garantir a segurança na estrada!

seguranca-na-estrada

O sucesso da operação logística depende, entre outros aspectos, da segurança na estrada e da forma como a empresa gerencia essa operação. Esse é um cuidado que afeta a integridade física da carga, a conservação da frota e a proteção do motorista.

Com base nesses fatores, acreditamos que esse processo não pode ser deixado de lado. Por isso, listamos recomendações que podem ser aplicadas ao seu negócio por meio de mudanças simples, mas que podem trazer excelentes resultados.

Acompanhe os tópicos exclusivos deste post para saber mais sobre o assunto. Boa leitura!

Segurança na estrada: como aprimorar de forma efetiva

A busca pela segurança no processo de movimentação de cargas é um elemento estratégico para a maioria das empresas. Contudo, implementar essa mudança pode gerar dúvidas quanta à execução e quais são as melhores práticas.

Para ajudar nessa missão, listamos algumas ideias capazes de guiar essa operação em seu negócio.

Invista em sistemas de rastreamento

A situação da criminalidade nas estradas é crítica e, para combater esse cenário, as empresas devem investir em tecnologias de monitoramento. Os sistemas de rastreamento são os mais utilizados, uma vez que possibilitam o acompanhamento da localização em tempo real.

Esse é uma medida que ajuda a identificar desvios na rota, bem como facilita a recuperação da carga em caso de roubo. Dessa forma, é possível minimizar o prejuízo financeiro e problemas com os clientes.

Crie campanhas de conscientização

Uma das formas de modificar o comportamento dos motoristas e incentivar boas práticas na direção é por meio de treinamentos. O gestor pode utilizar diversos formatos para repassar informações uteis e conscientizar a equipe a respeito da segurança na estrada.

Para isso, é possível adotar o Diálogo Diário de Segurança (DDS) como uma forma de compartilhar informações em uma reunião breve ou por meio da distribuição de material educativo. Avalie a cultura da empresa para formular a melhor tática para atingir seu público.

Planeje a viagem com antecedência

Entre os profissionais logísticos, muito se fala sobre os sistemas de roteirização que ajudam a traçar o trajeto mais ágil para a distribuição de mercadorias. Contudo, é essencial levar em consideração a necessidade de paradas e descanso dos motoristas.

Essa situação é mais comum em viagens longas, como é o caso das remessas interestaduais. Para possibilitar que o motorista esteja em condições de trafegar, não podemos negligenciar o período do sono.

Por isso, inclua no planejamento momentos dedicados ao intervalo exigido por lei. Assim, a empresa ajuda a melhorar a condições de trabalho e exerce um impacto positivo sobre a qualidade de vida de seus trabalhadores.

Evite o excesso de peso

Muitas empresas usam o artifício de exceder a capacidade de carga para aumentar o volume de entregas realizadas em um determinado período. Porém, o que começou como uma tentativa de economia pode resultar em prejuízos muitos maiores começando pelo desgaste do veículo.

Quando uma empresa tem frota própria, esse é seu patrimônio de maior valor, pois possibilita a distribuição de mercadorias. O excesso de peso, por outro lado, resulta no desgaste precoce de pneus, eixos e molas. Esses componentes devem ser substituídos ou consertados com frequência, o que aumenta os custos.

Além do impacto financeiro, essa prática torna a operação insegura, pois o motorista que trafega nessas condições perde a dirigibilidade do veículo. Com isso, a realização de curvas e manobras não tem o mesmo tempo de resposta causando acidentes que podem ser de natureza grave.

Por esse motivo, a segurança deve ser mantida por meio do acondicionamento correto da carga e da adequação às recomendações do fabricante.

Crie um cronograma de manutenção preventiva

Do ponto de vista logístico, caminhões, utilitários e carros devem ser tratados com o mesmo cuidado que o maquinário do processo produtivo. Mas, por que nós traçamos essa comparação? A resposta é simples, como a frota está em constante utilização é fundamental garantir que seu funcionamento não seja interrompido por causa de defeitos.

A solução mais eficiente e economicamente viável é criar uma programação de manutenções preventivas, com intuito de prolongar a vida útil da frota. Essa iniciativa ajuda a evitar defeitos e permite a realização de reparos em componentes essenciais, como:

  • pneus e rodas;
  • sistema de frenagem;
  • amortecedores;
  • óleos e lubrificantes;
  • sistema elétrico; e
  • alimentos dos eixos.

Acondicione a carga corretamente

Uma pesquisa simples na internet pode revelar diversos exemplos de acidentes nas estradas causados por falhas no acondicionamento da carga. Problemas com empilhamento inseguro ou amarração frágil são as principais causas para o descolamento das mercadorias no compartimento de cargas.

Isso acarreta danos que resultam em reclamações dos clientes e na devolução dos pedidos. Nos casos mais graves, a mercadoria pode se soltar da carroceria e cair nas vias, ocasionando acidentes que colocam em risco a vida de outros motoristas.

Portanto, a adoção de processos seguros ajuda a preservar a equipe e a mercadoria em transporte. Busque incentivar a utilização de métodos de acondicionamento compatíveis com o tipo de carga para garantir a sua proteção.

Conte com veículos adequados

A prestação de serviços logísticos é conhecida pela sua diversidade, tanto de cargas como de modalidades de entrega. Porém, independentemente de qual seja seu ramo de atuação, a frota precisa ser compatível com a operação.

Com isso, surge a necessidade de dispor de implementos e carrocerias que contribuem para a produtividade do negócio. Esse é o caso das plataformas elevatórias, utilizadas principalmente em centros de distribuição para facilitar a carga e descarga de mercadorias.

Já os produtos perecíveis, que requerem condições especiais para transporte, podem ser enviados em veículos refrigerados, o que permite a conservação por mais tempo. Se você tiver uma demanda específica, também desenvolvemos projetos especiais de acordo com as características da embalagem e a forma de acondicionamento.

Por isso, fica claro como a atenção quanto à segurança na estrada é um aspecto essencial da operação logística e, como tal, deve ser adotada em todas as esferas do negócio. Isso demonstra que não pode ser uma ação pontual, mas, sim, parte da cultura organizacional da empresa.

Se você tem interesse conhecer mais sobre nossos produtos, basta acessar nosso site para conhecer nosso catálogo de produtos.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on email