A movimentação de cargas é um ponto vital para todo empreendimento alavancar seus negócios e conseguir atender os seus clientes da melhor forma. Nessa lógica, é preciso ter uma boa estratégia de operacionalização para o armazenamento de cargas perigosas, além de extrair o máximo do espaço e das oportunidades logísticas existentes.

Como esse assunto tende a gerar muitas dúvidas, vamos listar os 4 cuidados mais importantes com o armazenamento de cargas perigosas. Quer aprofundar seus conhecimentos sobre essa temática? Então, confira a leitura de todo o material até o final para não perder nenhuma informação. Acompanhe agora mesmo!

Por que é importante ter cuidado ao armazenar esse tipo de carga?

O armazenamento de carga perigosa é algo que exige muita atenção, principalmente para evitar riscos de acidentes e extravios de cargas perigosas. Nessa análise, um dos primeiros cuidados a serem adotados reside na característica própria de cada tipo de produto. Por isso, é fundamental compreender a classificação feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT).

Os produtos que compõem essa classificação são os que apresentam constituintes capazes de gerar danos ao meio ambiente, às pessoas ou aos bens. Dessa forma, a legislação nacional estabelece diversas leis e obrigatoriedades envolvendo a armazenagem, o transporte, a fabricação e o descarte dos resíduos.

Esse é um ponto muito importante que muitas vezes é negligenciado. O cuidado com produtos perigosos engloba o descarte, uma vez que eles ainda exibem um potencial de dano mesmo após o uso principal.

Confira logo abaixo os principais tipos de cargas perigosas. Continue a leitura!

  • substâncias e artigos perigosos diversos;
  • material radioativo;
  • líquidos e sólidos inflamáveis;
  • explosivos;
  • gases;
  • substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos;
  • substâncias tóxicas e infectantes.

Quais os riscos de armazenamento de cargas perigosas?

Os acidentes são os principais problemas que vêm à mente quando se trata de manejo de cargas perigosas. A contaminação do meio ambiente, por exemplo, pode alterar a fauna e a flora, além de ser passível da aplicação de pesadas multas pelos órgãos fiscalizadores.

Agora, quando se trata do local de espera dessas cargas, os problemas e riscos envolvidos assumem um novo patamar de perigo. Isso decorre do fato de que existem outros produtos armazenados no mesmo espaço e que podem ter que ficar próximos a essas cargas.

Além disso, há toda uma equipe que precisa conviver e lidar com os riscos sujeitos ao armazenamento de cargas perigosas. Tornar o local mais seguro e bem-identificado é o dever de qualquer gestor e empreendedor responsável por esse trabalho.

O primeiro ponto a ser adotado é reconhecer e identificar todas as cargas perigosas. Compreender quais produtos podem gerar algum risco, por exemplo, intoxicação por inalação, ingestão e absorção por meio de contato com a pele. Após tudo isso, é fundamental estabelecer protocolos bem-definidos de manejo e movimentação de cargas perigosas. Esse ponto é muito importante, pois evita que haja erros básicos de operacionalização que trazem muitos problemas.

Treinar, capacitar e definir processos são as melhores dicas para quem pretende armazenar e transportar produtos perigosos sem gerar riscos e problemas posteriores. Fique atento aos cuidados!

1. Avaliação do tipo de carga

Como mencionado, saber exatamente com qual tipo de carga está lidando é o ponto inicial para qualquer estratégia de prevenção e contenção de riscos. Afinal, imagine que algo saia errado e aconteça algum extravasamento de produto desconhecido. Como proceder nesse caso?

É provável que a primeira dúvida que venha à sua cabeça é: com que produto estamos lidando? Então, fica fácil saber como é importante identificar bem, por exemplo com etiquetas, qual a carga está em uso.

2. Capacitação da sua equipe

Capacitação é fundamental tanto para o aprimoramento, quanto para elevar a empresa a um novo patamar de gestão. O capital humano é um dos maiores bens de um negócio. Os colaboradores exercem um papel decisivo para o bom andamento de todo o empreendimento.

Ou seja, a execução de projetos é fundamentalmente ligada à prestação de um bom serviço pelos funcionários. Treinamentos no próprio ambiente da empresa ou online são muito importantes para qualificar a mão de obra e alavancar a empresa para outros patamares de profissionalismo.

3. Utilização dos equipamentos necessários

Contar com os equipamentos necessários é algo evidente para ajudar no controle de processos e possibilita uma execução sem margens de erros. Equipamentos de proteção individual e manejo de cargas, como empilhadeiras, são exemplos básicos de como os equipamentos são fatores fundamentais.

Isso envolve investimentos financeiros. Entretanto, é compreensível que o valor alocado nos equipamentos traga um resultado a longo prazo que compense o gasto inicial. Além do mais, imagine a seguinte situação: uma empresa opta por não adquirir o maquinário necessário para o armazenamento de cargas perigosas. Nesse exemplo, ocorre um problema que gera contaminação de outros produtos com a carga de risco.

Com isso, a empresa, além da perda financeira com o produto extravasado, ainda perde recursos pela contaminação de outros materiais. Assim fica fácil entender o porquê de ser vantajoso investir inicialmente em equipamentos específicos para não pagar um preço mais caro com erros de armazenamento e manejo das cargas.

4. Uso de um protocolo de controle de riscos

Nada é mais importante para evitar riscos do que contar com uma estratégia de prevenção e precaução. Por isso, é altamente recomendável contar com um protocolo de riscos bem-definido e detalhado. Ele é responsável por nortear as ações de movimentação de cargas perigosas, bem como informar quais os passos a serem adotados no caso de imprevistos e erros no processo.

Muito mais do que criar e adotar um bom protocolo de controle de riscos, é preciso informar os colaboradores sobre esse processo. Afinal, de que adianta montar toda uma estratégia se ela não vai ser operacionalizada. A divulgação e informação aos envolvidos é algo que não pode ser negligenciado.

Todos esses pontos precisam ser analisados com atenção para evitar problemas futuros. O cuidado com acidentes é algo importantíssimo que jamais pode ser ignorado na rota de entrega dos produtos.

Nosso artigo conseguiu esclarecer algumas dúvidas sobre armazenamento de cargas perigosas? Então, não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais agora mesmo!