Para saber como diminuir o absenteísmo, é preciso compreendê-lo. Os motivos das ausências são diversos, e cada um pode ser visto e tratado de maneira específica. Porém, independentemente da causa que leva o funcionário a ter essa atitude, o consenso é que ela prejudica tanto o profissional faltoso quanto toda a equipe. Por essa razão, é importante rever alguns conceitos para evitar que isso ocorra com frequência.

Sob a perspectiva do RH e da segurança do trabalho, as faltas podem ocorrer por vários fatores: crises familiares e pessoais, doenças e enfermidades, assédio moral na empresa, dificuldades financeiras, problemas com transporte até a empresa (trânsito e falta de combustível), entre outros.

Se você quer saber como diminuir o absenteísmo com eficiência, continue a leitura. Vamos abordar as melhores práticas para reduzi-lo e gerar engajamento em sua empresa.

1. Promova qualidade de vida

O mercado profissional muda constantemente. Ao passo que as organizações contratam funcionários cada vez mais capacitados, eles passam a dar maior importância à qualidade de vida no trabalho. Para demonstrar ao time que você se preocupa com a saúde e bem-estar de todos, pense em campanhas e eventos relevantes.

Algumas sugestões são palestras sobre a conscientização da depressão e outras enfermidades mentais, combate ao alcoolismo e ao tabagismo, exercícios físicos, exames preventivos (teste glicêmico, auditivo, ergonômico, avaliação bucal e hipertensiva), entre outros.

Isso fará uma diferença e tanto na vida de todos e, por consequência, eles perceberão que a companhia se importa com cada um — não os vendo apenas como funcionários capazes de trazer resultados ao negócio.

2. Crie um ambiente de trabalho favorável

Trate todos os colaboradores com respeito e peça o mesmo em troca. Melhore a comunicação interna da equipe e reforce a ideia de que eles fazem parte de um grupo de sucesso. Assim, trabalhar em conjunto será mais agradável, gerando motivação e aumentando a produtividade geral.

Se isso não for feito, fica difícil elaborar soluções viáveis para produzir com eficiência. Afinal de contas, muitas faltas são causadas pela carência de engajamento no local de trabalho. Em geral, essas ausências são a consequência de um ambiente hostil, no qual os profissionais não se sentem respeitados.

Gerar um bom clima organizacional exige respeito às individualidades e diferenças de cada um. Logo, a empresa precisa criar políticas contra o assédio moral, que pode levar a problemas graves e duradouros tanto para vítima quanto para o negócio.

3. Ofereça instalações e equipamentos de qualidade

A estrutura e os equipamentos oferecidos também ajudam a reduzir o absenteísmo. Afinal, ninguém suporta (nem deve) passar horas fechado em um local pouco arejado e iluminado ou em uma repartição suja ou úmida. Oferecer boas condições de conforto e higiene para o time vai muito além da motivação.

Por exemplo, um ambiente empoeirado (como um estoque de mercadorias) pode causar reações alérgicas e doenças respiratórias em alguns funcionários, levando a faltas justificadas por motivos de saúde. Em relação aos equipamentos, os recursos e ferramentas tecnológicas elevam a confiabilidade e a qualidade de que o time necessita para exercer suas funções com rapidez.

4. Analise os salários e benefícios

A remuneração paga não pode ser inferior à média de mercado. Além de causar insatisfação à maioria, essa condição aumenta o índice de rotatividade, o qual gera prejuízos financeiros. De uma hora para outra, seus melhores talentos encontrarão companhias decididas a pagar melhor por suas habilidades e experiências.

Os benefícios são uma forma de a companhia se destacar perante a concorrência — permanecendo atrativa para os melhores profissionais. Além das bonificações obrigatórias, como vale-transporte, férias remuneradas, FGTS, 13° salário etc., ofereça planos de saúde e odontológico, viagens de incentivo, convênios com academias, vale-cultura, bolsas de estudo e auxílio-creche.

Aqui, vale considerar as demandas de cada colaborador, permitindo que ele escolha quais desses privilégios atendem melhor a suas necessidades.

5. Tenha um bom plano de carreira

Estruturar e apresentar aos funcionários um plano de carreira ao contratá-los é uma abordagem eficiente para fazer com que eles se sintam motivados para marcarem presença todos os dias. Isso favorece engajamento de interesses pessoais e profissionais.

Para criá-lo, considere dois princípios: o tempo de permanência na empresa e os resultados (metas atingidas) nesse mesmo período. Para melhorar a percepção de desenvolvimento, classifique cada cargo em júnior, pleno e sênior.

6. Saiba delegar tarefas

Essa é uma forma de otimizar o trabalho de seu time. Além de prevenir que as tarefas se concentrem sobre um único colaborador ou equipe, o método também aproveita as características e habilidades de cada profissional. Dessa forma, eles se sentem reconhecidos, pois notarão que você delegou algo que são capazes de cumprir com talento e eficiência.

Outro ponto é que essa distribuição de tarefas observa as limitações de cada um. Por exemplo, se algum funcionário confere muito bem o estoque, mas não é tão eficiente no acondicionamento de produtos, utilize a habilidade já demonstrada e deixe que ele faça inventários periódicos no armazém. Enquanto isso, um empregado com competência interpessoal pode conversar com fornecedores e clientes para negociar prazos.

O segredo está em montar um escala de trabalho eficiente a fim de promover uma divisão de funções e obrigações mais justa e equilibrada.

7. Invista em programas de incentivo à assiduidade

Definir um programa de incentivo para diminuir atrasos e ausências injustificadas pode ser uma boa tática, pois essa intervenção gera custos de premiação muito abaixo em relação aos prejuízos causados pelas faltas.

Dessa forma, os colaboradores mais assíduos (que não atrasam e não faltam ao longo do mês) são recompensados de alguma forma. Nesse caso, você pode liberar um dia de folga programada ou uma cesta básica, por exemplo. Outras companhias ainda oferecem um dinheiro extra ou bens diversos. A premiação ideal precisa respeitar o perfil de cada funcionário para satisfazê-lo.

8. Promova treinamentos

Os conhecimentos desenvolvidos nos treinamentos ficarão marcados para a vida toda. Logo, cursos de aprimoramento são excelentes para comprovar o quanto você zela pelo sucesso de seu time.

Dinâmicas em grupo, oficinas, palestras, workshops, materiais de leitura e vários outros incentivos são excelentes para garantir capacitações modernas, completas e atrativas para seus profissionais. Além de melhorar os talentos já existentes no setor, você pode até mesmo identificar novas aptidões em seu quadro de colaboradores.

O que achou de nossas dicas de como diminuir o absenteísmo nas empresas? Esperamos que essas recomendações sejam úteis para sua gestão de pessoas. Portanto, não perca mais tempo e comece já a investir em intervenções eficientes para elevar a motivação dos funcionários e fazer com que eles estejam sempre presentes.