A organização do espaço dedicado ao estoque requer o planejamento para que as suas funções possam ser exercidas com qualidade. O layout de armazém vai muito além da simples alocação de produtos. Por isso, é preciso considerar o seu impacto no processo de carregamento dos caminhões e nos métodos de controle de estoque.

A decisão de posicionar prateleiras, esteiras e estações de trabalho tem valor estratégico, pois busca otimizar o tempo necessário para consolidar os pedidos. Essa agilidade pode ser percebida também no processo de entrega, assegurando a sua eficiência.

Elaboramos este post para esclarecer dúvidas sobre o tema e demonstrar as principais vantagens de um ambiente planejado. Continue a leitura!

O espaço de um armazém

Esse local é um dos mais importantes para as empresas, pois abriga os materiais e produtos que serão disponibilizados para a venda. Indústrias, centros de distribuição e, até mesmo, lojas possuem uma área dedicada à armazenagem do estoque.

Naturalmente, o porte e as particularidades desses edifícios podem mudar, mas a sua finalidade é a mesma: garantir a entrada e a saída de produtos de forma segura. Por isso, o seu arranjo físico deve ser planejado para integrar as diversas etapas da operação logística e garantir a distribuição de cargas.

A decisão sobre o layout de armazém

A armazenagem faz parte dos processos logísticos que possibilitam desde o abastecimento da produção até a distribuição das mercadorias. Essa é a fase na qual os produtos estão prontos para a sua comercialização de acordo com os pedidos dos clientes.

Por isso, é importante focar na racionalização desse processo com o intuito de:

  • facilitar o acesso aos itens de maior procura;
  • impedir a ocorrência de gargalos nas operação;
  • garantir a integridade das mercadorias até o momento da venda;
  • favorecer a movimentação da equipe de armazém de forma segura; e
  • possibilitar a circulação de máquinas e equipamentos, como empilhadeiras.

Muitas vezes, o espaço destinado à estocagem tem dimensões limitadas, o que requer a adoção de medidas inteligentes para aproveitar a área disponível. Dessa forma, o foco deve ser construir um local que permita a estocagem de mercadorias bem como a operação de embalagem e expedição.

O planejamento das formas de organização

Existem diversas metodologias que descrevem como o arranjo físico do armazém pode se tornar um ponto forte na área logística. Portanto, considere o processo como um todo antes de tomar uma decisão.

Uma das formas de organização sugere que cada categoria de produto seja alocada em uma mesma prateleira, por exemplo. Isso quer dizer que os itens permanecem na mesma posição, mas a equipe realiza a sua movimentação por meio de maquinário ou manualmente.

Há uma alternativa que indica que os objetos com maior demanda sejam mantidos em áreas mais acessíveis, já que requerem manuseio com mais frequência. Essa é uma prática que pode ser adotada para manter os produtos mais novos no fundo, enquanto os mais antigos ficam nas primeiras posições.

Esse método é muito administrado em empresas que comercializam artigos perecíveis como:

Como resultado, não há perda material devido à expiração da mercadoria.

A importância da escolha do layout ideal

A eficiência é um dos fatores que ocasiona o ganho de produtividade dentro do armazém e possibilita a redução dos custos referentes à sua manutenção. Isso ocorre, porque, o manuseio se torna mais ágil, o que contribui para o processamento dos pedidos. Confira alguns benefícios!

Possibilita o melhor aproveitamento do espaço

A tecnologia também tem o seu papel na organização do armazém. Existem softwares que realizam o mapeamento do espaço e, de acordo com a necessidade da empresa, formulam a melhor forma de utilizá-lo. Esse é um exemplo de como o investimento em ferramentas informatizadas pode oferecer respostas para os desafios do cotidiano.

Uma das principais tarefas executadas em um galpão é a movimentação de cargas, portanto, a distribuição do local deve permitir a circulação de pessoas, empilhadeiras e o empilhamento de paletes.

Favorece o aumento da produtividade

Atualmente, existem diversas ferramentas que podem ser adotadas para automatizar as atividades de armazenagem. Contudo, a sua eficácia é apenas parcial se o espaço não for aproveitado corretamente.

Esse tipo de solução reduz o tempo de separação dos itens, evita a incidência de erros e melhora a qualidade do serviço. Desse modo, é possível favorecer a execução das atividades no armazém, aprimorando toda a distribuição.

Garante a flexibilidade da operação

Na prática, o espaço do armazém pode conter tanto os insumos para abastecer a linha de fabricação como os produtos acabados para venda. Em alguns casos, os dois tipos de material ocupam o mesmo local, porém em lados opostos.

No caso de artigos que requerem acomodações distintas, é possível segregar o ambiente para oferecer iluminação, temperatura e ventilação distintas. A verticalização também é uma boa alternativa para espaços limitados, com o uso de prateleiras é possível ampliar a disponibilidade de área interna.

Assegura a limpeza e a conservação do local

O fluxo constante de funcionários e a circulação de maquinário pesado são as fontes do acúmulo de sujeira e poeira na área. Por isso, esse aspecto também deve ser levado em consideração para assegurar que a higienização periódica seja possível.

Locais estreitos e de difícil acesso impedem o alcance para a limpeza e podem resultar em contaminação dos produtos. Portanto, uma área arejada e livre de obstáculos é um ambiente mais adequado.

Permite o controle do inventário

A inconsistência entre o estoque físico e os números registrados no sistema é uma ocorrência muito comum. Porém, existem medidas que podem solucionar esse tipo de problema.

Há sistemas que atribuem um local específico para cada tipo de produto com base em um processo chamado de endereçamento. Portanto, o operador sabe onde encontrar cada item dentro do armazém utilizando esse mapeamento.

Não seria possível obter esse resultado, sem a organização do galpão com foco na estocagem de materiais para promover melhores resultados.

O layout de armazém indica mais uma das etapas da gestão logística que pode ser otimizada para aprimorar os resultados da distribuição de mercadorias. Por isso, é importante investir em sistemas e equipamentos que resultem em um ambiente mais produtivo e seguro.

Se você gostou de saber um pouco mais sobre o layout de armazém, assine a nossa newsletter para receber o nosso conteúdo direto no seu e-mail.