De um modo simples, a logística existe para atender a prazos com o mínimo possível de gastos. A preocupação fica, em geral, na movimentação de produtos e atendimento a demandas. Porém, o setor logístico de uma empresa faz parte de algo maior e mais complexo, o que torna esse conceito insuficiente.

Agora, entenda melhor o conceito de logística estratégica, como aplicá-la em sua empresa e quais ganhos ela gera para o setor e para o negócio como um todo.

O que é logística estratégica e qual o objetivo da sua implementação?

O conceito tradicional de logística fala sobre a movimentação eficiente de materiais com a intenção de diminuir os custos operacionais. Contudo, a logística estratégica vai além da preocupação com estoque, transporte e movimentação, incluindo o planejamento estratégico da empresa.

Podemos defini-la como a área que auxilia na otimização de processos, redução de custos e elaboração de soluções diferenciadas. Por meio da logística, torna-se mais fácil manter os clientes e suas necessidades como foco e planejar as atividades que vão adicionar valor ao resultado. Assim, seu negócio se torna mais eficiente e competitivo no mercado.

Quais os principais benefícios que a logística estratégica oferece?

Assim que a logística estratégica é colocada em prática, ela pode, quando bem-desenvolvida, trazer diversos benefícios para as empresas, principalmente quando falamos do relacionamento com os clientes e da experiência que eles têm com a instituição. A seguir, vamos mostrar as principais vantagens da aplicação da logística estratégica.

Aumento da eficiência e da competitividade

Ao fazer um mapeamento das atividades que são elaboradas, será possível analisar os processos logísticos e realizar as intervenções necessárias para eliminar ou diminuir etapas que não geram valor para o produto final.

Dessa maneira, a empresa terá ganhos de eficiência, proporcionando um aumento da competitividade no mercado e uma redução dos custos, o que, por sua vez, aumenta a lucratividade. É importante fazer análises contínuas das ações que são colocadas em prática para constatar se elas dão os resultados esperados.

Elevação da satisfação do cliente

Em geral, a principal finalidade de melhorar os processos logísticos é oferecer um serviço de máxima qualidade para o cliente, deixando-o satisfeito e mais propício a uma fidelização. Com uma rede mais produtiva, que se comunica melhor com o cliente, a probabilidade de esse cenário se tornar real é bem maior.

Com as vantagens apresentadas, a empresa se torna mais efetiva, entregando os produtos antes do prazo combinado. Além disso, em uma eventual situação de troca, a interação é mais fácil e todo o processo é executado com mais rapidez e tranquilidade.

Redução de custos

A vantagem da redução de custos é a mais desejada pelas empresas, porém, é também a que gera mais confusão entre os gestores. Isso porque vários profissionais não enxergam que o investimento em tecnologia, ao ampliar a qualidade dos serviços prestados, pode deixar o caixa da empresa mais saudável.

Como colocar em prática uma gestão logística estratégica?

Na prática, a aplicação da logística estratégica exige um planejamento diferenciado e mudanças internas até mesmo em outras áreas. Além disso, é relevante separar recursos para fazer investimentos.

Portanto, é crucial estar atento aos processos que serão detalhados a seguir para criar um projeto logístico mais extensivo e estratégico em seu empreendimento.

Mapear os processos logísticos

Talvez os procedimentos do setor logístico já sejam os melhores possíveis, eficientes e de qualidade. No entanto, a gestão logística estratégica, como foi dito, deve ir além do próprio setor.

Então, ao conferir os fluxos de trabalho, o administrador deve ficar atento à influência que esses procedimentos têm em outros departamentos e vice-versa. É crucial observar como tarefas internas e externas estão articuladas e como podem melhorar o funcionamento da empresa.

Por exemplo, em vez de esperar pela produção para ter um produto a entregar e pelo setor fiscal para obter o documento e somente depois iniciar os procedimentos que antecedem o transporte, o gestor logístico pode trabalhar aliado ao gestor de produção para a criação de um sistema preditivo.

Isto é, o setor produtivo daria previsões de expedição de cargas para o logístico de modo automático, o qual antecipadamente organizaria rotas, possíveis contratações de terceiros e outros critérios. Além de adiantar as entregas, isso pode evitar dificuldades na produção e armazenamento.

Alinhar a comunicação com outros setores

Sem uma boa comunicação entre as diferentes áreas da empresa, a logística estratégica poderá não funcionar e, por consequência, não vai gerar os resultados esperados.

O aviso preditivo, por exemplo, poderia ser dado com uma semana de antecedência em relação ao prazo de expedição, sendo confirmado dias antes do momento da saída informado pela produção. Em relação ao contato, pode ser feito a partir de trocas de e-mails ou por meio de uma ferramenta própria para gestão de tarefas.

Automatizar tarefas

Hoje em dia, a tecnologia é cada vez mais usada nas empresas, sendo um investimento fundamental caso você queira adotar a logística estratégica. Com a utilização de sistemas de automação logística, é possível reduzir gastos com atividades, diminuir falhas, aumentar a produtividade e monitorar diversas atividades com facilidade.

Além disso, a automação ajuda a manter exatidão em dados, a consultá-los rapidamente e a agilizar as tarefas. Dessa forma, na fase de mapeamento de processos, é de extrema importância analisar quais tarefas ainda não foram automatizadas, como podem passar a ser e quais benefícios isso traria.

Outra grande vantagem que a automação promove para o cliente é a possibilidade de mantê-lo informado sobre a condição da entrega. Ao fazer isso, o número de reclamações por atrasos diminui consideravelmente, o que possibilita uma melhor programação por parte do usuário.

Portanto, a logística estratégica oferece os recursos necessários para poder otimizar suas operações e fazer com que seu negócio seja mais eficiente, o que dá condições de ampliar os resultados e se tornar mais competitivo, crescendo e conquistando mais espaço neste cenário mercadológico que está a cada dia acirrado.

Gostou deste post? Quer aprender mais sobre logística? Então confira também este texto sobre como fazer uma boa gestão de riscos na logística da empresa.