Saiba quais os tipos de transporte de cargas mais populares no Brasil

tipos-de-carga-no-brasil

Um dos pontos fundamentais a se destacar no setor de logística é saber quais são os tipos de transporte de cargas mais populares em sua região. Isso permite à marca estruturar uma cadeia operacional e uma equipe preparada para atender as demandas de clientes e parceiros comerciais. Ou seja, garante que o negócio esteja pronto para se sobressair diante da concorrência.

O conhecimento dos tipos de transporte de cargas mais populares em uma região ajuda o gestor a identificar quais os investimentos que devem ser feitos em treinamentos e em segurança. Fora isso, facilita a busca por metodologias de trabalho e veículos compatíveis com a rotina da empresa. Dessa maneira, a marca pode vencer qualquer desafio que esteja à sua frente.

Se você quer se aprofundar no tema e se distinguir ao investir nos tipos de transporte de cargas adequados, confira o nosso post, a seguir!

Cargas a granel

As cargas a granel são produtos alimentícios ou vegetais transportados em grande quantidade, em vários tipos de carrocerias. É o caso de sacas de café, madeira em tora ou grãos in natura.

O maior diferencial das cargas a granel é o fato de que podem ser transportadas sem acondicionamento, marca de identificação ou contagem de unidades. Mesmo assim, é importante estar atento, a fim de assegurar que as condições sanitárias sejam seguidas corretamente e que a mercadoria possa chegar sem danos ao seu destino.

Cargas vivas

As cargas vivas são animais de qualquer espécie. Elas demandam carrocerias especiais, que variam conforme a espécie do animal — é fundamental garantir que os seres vivos tenham o mínimo de estresse até chegar ao seu destino.

A carroceria deve ser limpa sempre que o veículo chegar ao seu destino e contar com equipamentos para o conforto dos animais. Além disso, são requeridos certos cuidados durante o transporte, para evitar a contaminação entre bichos ou então que eles se machuquem.

Quando o transporte é feito para outros países, a empresa deve verificar a necessidade de documentos especiais, utilizados para atestar a segurança sanitária dos animais. Dessa forma, a mercadoria poderá ser entregue sem atrasos causados por burocracias alfandegárias.

Cargas secas

As cargas secas são aquelas transportadas em embalagens específicas, incluindo-se itens como produtos alimentícios processados não perecíveis, brinquedos, equipamentos de trabalho e eletrônicos. O importante é que o produto conte com os dados que não constam nas cargas a granel (identificação, embalagem própria e contagem de unidades).

Essas cargas demandam cuidados no tempo de armazenamento e, em alguns casos, no decorrer do transporte. Se os produtos forem frágeis, por exemplo, é imprescindível que a empresa esteja preparada para evitar danos às mercadorias ocasionados por choques durante o transporte, fazendo com que os prejuízos sejam sempre os menores possíveis.

Cargas frigoríficas

As cargas frigoríficas são produtos comerciais que precisam de refrigeração ao longo de toda a etapa de transporte, o que se dá por razões de segurança: há um grande número de alimentos, remédios e outros gêneros que podem perder a sua usabilidade na hipótese de ficarem expostos à temperatura ambiente por períodos extensos.

Esse tipo de carga também carece de cuidados sanitários especiais. A limpeza da carroceria deve ser feita de maneira a proporcionar uma completa descontaminação do ambiente, e o veículo precisa estar adaptado para manter, constantemente, os produtos na temperatura adequada.

Em alguns casos, é conveniente que o veículo conte com uma sinalização especial para o transporte de cargas refrigeradas, a qual indique os cuidados que o automóvel adota e as condições mínimas de segurança à sua operação. Ainda, a equipe deve receber treinamento especial com intenção de minimizar os riscos ao meio ambiente e ao produto que está na carroceria.

Cargas perigosas

As cargas perigosas são aquelas capazes de contaminar alguém ou o meio ambiente, e/ou causar acidentes graves se mal manuseadas. Este é o caso de produtos químicos, combustíveis e materiais explosivos, como fogos de artifício. A sua acomodação e o seu transporte devem seguir regras rígidas para evitar que a equipe e os outros veículos fiquem em risco.

Assim como os veículos que transportam materiais perecíveis, é importante que o caminhão que faz o transporte de cargas perigosas conte com uma sinalização apropriada, que dê aos motoristas que estejam próximos ao automóvel a noção do que é transportado e quais os perigos existentes. Desse modo, todos que estiverem na mesma rota do caminhão poderão adotar os procedimentos de segurança adequados e reduzir ao máximo os riscos de acidentes.

Cargas de grande porte indivisíveis

As cargas de grande porte indivisíveis são produtos com peso e dimensão elevados. Eles demandam, em muitos casos, um processo de transporte mais longo e complexo, e a empresa pode ser autorizada a circular apenas em alguns locais e em horários restritos.

Essas medidas são utilizadas com o objetivo de mitigar o impacto causado pela movimentação dessas mercadorias nas vias e de atestar que elas sejam transportadas em locais seguros e que os veículos não causem amplas interrupções no trânsito dos lugares por onde passarem. Por isso, a empresa de logística deve sempre estar atenta, de modo a reduzir as chances de ocorrência de atrasos e a garantir que o seu planejamento seja o mais preciso possível.

O mercado de transporte rodoviário do Brasil é essencial ao funcionamento da economia nacional. Os modais de logística que utilizam caminhões e carretas são prioritários, uma vez que não há uma boa infraestrutura para os demais tipos de transporte. Mas, para se destacar nesse setor, é preciso ter uma empresa bem estruturada.

Esse trabalho passa por um bom planejamento e pela definição do perfil da empresa. Com uma infraestrutura propícia, o gestor consegue identificar quais são os tipos de transporte de cargas mais alinhados ao perfil traçado e, assim, se preparar adequadamente. Por isso, não deixe de investir em medidas que podem fortalecer a sua marca a médio e longo prazos!

Gostou da nossa dica e quer saber mais sobre como otimizar o seu negócio? Então, siga e curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades do blog!

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no email