O transporte de carga refrigerada é um processo que envolve diversos produtos destinados às mais variadas finalidades. Se você achava que somente alimentos perecíveis requerem cuidados especiais no processo de distribuição, saiba que existem mais exemplos nessa categoria.

Por isso, devido à natureza e a sensibilidade da carga, é fundamental tomar cuidados quanto ao controle de temperatura e do isolamento térmico do compartimento de carga. É nesse cenário que a disponibilidade de veículos adequados faz toda a diferença nos resultados logísticos.

Este artigo é o conteúdo ideal para quem deseja conhecer a importância da segurança na movimentação desse tipo de carga e saber como otimizar essa atividade. Continue lendo e acompanhe o que preparamos especialmente para você!

Quais são os principais tipos de carga refrigerada?

Já falamos como os alimentos ocupam a lista de produtos que requerem refrigeração durante a entrega. Essa é uma lista longa, que engloba laticínios, carnes e produtos do campo que requerem temperaturas baixas para a sua conservação.

Os alimentos congelados, para que sejam mantidos em condições aptas para o consumo, demandam que a sua alocação seja feita em compartimentos refrigerados. A temperatura deve ser regulada entre -18º C e -15º C, no máximo.

Devemos destacar também que, embora em menor escala, a área médica também depende de temperaturas controladas. Esse é o caso de medicamentos, vacinas e amostras biológicas que circulam entre laboratórios, hospitais e farmácias.

Como fazer o transporte de carga refrigerada corretamente?

Tudo isso revela a necessidade de assegurar a eficiência do transporte por meio de práticas que ajudem a manter a frota em perfeitas condições. Pensando nisso, existem diversas iniciativas que o gestor pode implementar com o intuito de otimizar os resultados. A seguir, confira algumas.

Adote o planejamento da rota

Agilidade é a palavra-chave quando consideramos a conservação de produtos perecíveis. Afinal, é preciso garantir a sua qualidade e segurança para o consumo dos clientes. Por isso, a nossa primeira recomendação tem relação com o planejamento do trajeto de entrega a ser seguido pelo motorista.

Já existem diversas ferramentas no mercado que executam a roteirização com base nos critérios definidos pelo usuário. Como resultado, é possível criar uma rota confiável que permite reduzir o tempo de entrega e a perda de mercadorias. Essa é uma medida que ajuda a minimizar o percentual de perdas e reduz custos.

Avalie os parâmetros de segurança

A queda da qualidade de gêneros alimentícios representa um prejuízo significativo para produtores e comerciantes. Como isso pode acontecer em todas as fases do processo, desde a fabricação até a comercialização, é importante conhecer os fatores que devem ser analisados.

A temperatura recebe maior destaque. Contudo, é importante avaliar estes indicadores de forma conjunta e obedecer aos seus limites máximos e mínimos:

  • umidade;
  • luminosidade;
  • pressão;
  • e atmosfera modificada.

Esses elementos podem influenciar o grau de preservação das características dos produtos perecíveis bem como afetar a sua integridade.

Considere as características dos produtos

A Vigilância Sanitária é responsável pela criação das regras e regulamentos que regem a distribuição de alimentos que dependem de algum tipo de refrigeração. Um desses princípios tem relação com a acomodação de diferentes tipos de produto no mesmo espaço.

Produtos resfriados não devem ser alocados junto com alimentos congelados, pois precisam ser mantidos em temperaturas compatíveis com as suas características. O mesmo vale para o tipo de embalagem utilizado.

Peças inteiras de carne, por exemplo, são transportadas sem invólucros, o que impede que o compartimento seja usado para outros alimentos sob o risco de contaminação. Pensando nisso, os gestores devem buscar informações sobre essas particularidades e seguir as diretrizes para manter a operação segura e confiável.

Organize a consolidação da carga

Essa dica tem relação com dois aspectos do transporte de mercadorias. O primeiro deles é o aproveitamento do compartimento de carga com o intuito de aumentar a produtividade. O segundo fator pode ser considerado, na nossa opinião, o mais importante.

Estamos falando da redução do número de paradas realizadas na rota. A justificativa é que, para cada entrega, o baú fica aberto, o que gera um desiquilíbrio na temperatura. Quando esse processo é executado repetidamente, ocorre um aumento dos casos de deterioração dos produtos.

Por isso, a consolidação dos produtos possibilita planejar as entregas para distribuidores e varejistas de acordo com a localidade do destinatário.

Otimize o embarque e desembarque

Um dos desafios para a preservação das cargas que dependem de refrigeração é a gestão do tempo — e, como tal, é preciso planejar a execução de cada tarefa. Nesse contexto, muitas empresas realizam o mapeamento dos processos para determinar quanto tempo leva entre o embarque da carga e a sua subsequente retirada do baú refrigerado.

O objetivo é identificar gargalos que poderiam comprometer a carga ou causar danos. O foco é a redução da entrada de calor e o gasto de energia do refrigerador que precisa baixar a temperatura até a próxima parada da viagem. Como resultado, essa atividade ajuda a manter a cadeia do frio ininterrupta.

Verifique as condições do veículo

As empresas que possuem frota própria entendem a importância de manter o veículo em perfeitas condições. Nesse sentido, a manutenção periódica ajuda a prolongar a vida útil de peças e componentes garantindo, assim, que o condutor possa trafegar de forma segura.

O compartimento de carga deve receber a mesma atenção, pois o seu bom funcionamento está ligado diretamente à conservação da carga refrigerada. Por isso, é essencial verificar o funcionamento do controle de temperatura e o isolamento térmico.

Além disso, é necessário inspecionar periodicamente a vedação dos pesos e paredes, a higienização do espaço e a circulação de ar.

Com essas e outras iniciativas, o gestor amplia o seu potencial de sucesso com a atividade de transporte de carga refrigerada. Consequentemente, a empresa se torna mais competitiva e qualificada para atuar com esse processo que vai além da logística tradicional.

Pensando em tornar o transporte de alimentos cada vez mais seguro, a nossa empresa está comprometida em fornecer os melhores implementos para as suas necessidades. O baú frigorífico é apenas uma das opções disponíveis que você pode conhecer acessando o nosso site!