Não é novidade para ninguém dos riscos que existem no trânsito, afinal, o número de acidentes e mortes nas rodovias brasileiras cresce cada vez mais. Por isso, as técnicas de direção defensiva estão cada vez mais em pauta, já que elas previnem acidentes e passam mais segurança não só aos motoristas, mas também aos pedestres e passageiros.

Infelizmente as rodovias nacionais não se destacam pelo bom estado de conservação e, com isso, são os condutores que precisam se precaver para evitarem acidentes. Quando o assunto é caminhão, a atenção deve ser redobrada, pois qualquer forma de acidente com veículos desse porte pode causar tragédias mais graves e fatais.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de direção defensiva para caminhoneiros. Confira agora quais são elas e contribua com um trânsito mais responsável.

O que é direção defensiva?

É bem provável que todo mundo que possui uma CNH já tenha ouvido falar em direção defensiva, já que a disciplina é obrigatória durante o curso prático e teórico. Porém, quando nos deparamos com os altos números de acidentes de trânsito, é perceptível que apenas uma pequena parte dos condutores coloque em prática essa técnica.

A direção defensiva nada mais é do que uma postura de conduzir qualquer veículo de forma consciente e responsável, dirigindo para garantir a própria segurança e também das outras pessoas ao seu redor. Trata-se, na verdade, de todas as ações que o motorista deve adotar para tornar a viagem mais segura.

Quais as melhores práticas para a direção defensiva?

Para deixar as coisas mais claras, listamos alguns exemplos de medidas que devem ser evitadas ao volante para garantir uma verdadeira direção defensiva.

Realizar manutenções periódicas

A frequente manutenção do veículo é uma prática de extrema importância para que sejam evitados transtornos e situações perigosas durante o transporte. Por isso, manter as revisões em dia é crucial para evitar maiores problemas.

Então, confira uma lista com itens básicos a serem checados:

  • sistema de embreagens;
  • freios de mão;
  • velas de ignição e cabos de vela;
  • filtros de ar e de combustível;
  • nível de fluido no motor, na bateria, no radiador e no limpador do para-brisa;
  • líquido de arrefecimento;
  • nível de óleo;
  • balanceamento e alinhamento dos pneus, além do rodízio a cada 15 mil quilômetros;
  • calibragem dos pneus;
  • faróis.

Portanto, é fundamental verificar todos os itens listados e fazer as correções necessárias para realizar uma viagem segura e sem imprevistos provenientes do veículo.

Ter consciência dos próprios atos

É comum que, visando otimizar o tempo e aumentar os lucros, alguns motoristas emendem entregas e passem a noite dirigindo. Isso não é, necessariamente, um problema. Porém, é preciso mostrar aos motoristas que essa prática pode ser extremamente perigosa e nociva, devido a questões como pouca visibilidade, estradas mal sinalizadas e com buracos.

A fadiga continua sendo uma das principais causas de acidentes com caminhoneiros, então, incentive-os a parar para descansar em viagens muito longas e peça para evitarem utilizar medicamentos que retardam o sono.

Além disso, vale lembrar aos motoristas a importância do uso correto do cinto de segurança e também da forma recomendada de se posicionar no assento, evitando futuros problemas na coluna.

Respeitar o limite de velocidade

Respeitar os limites de velocidade é uma das regras mais importantes da direção defensiva. Assim, evita-se uma série de problemas que a velocidade em excesso pode ocasionar.

Muitas vezes os motoristas preferem aumentar a velocidade para chegar mais rápido ao destino, porém, caso aconteça algum acidente na rodovia, o atraso será bem maior ou, ainda pior, pode ser fatal. Portanto, é fundamental sempre respeitar o limite máximo de velocidade permitida na rodovia, sendo sempre moderado e permitindo o bom fluxo dos veículos na estrada.

Dar atenção ao tamanho do caminhão e ao limite máximo de carga

Vários motoristas, muitas vezes por excesso de confiança, acabam realizando manobras arriscadas, colocando a segurança de todos na estrada em risco. Não é aconselhável, de forma alguma, realizar ultrapassagens difíceis ou dividir a curva com outros automóveis. Alguns caminhoneiros causam colisões nessas situações por não terem noção do tamanho do veículo.

Também é preciso estar atento ao excesso de carga, que pode prejudicar o bom funcionamento dos freios e a estabilidade do caminhão, tornando-o mais suscetível a acidentes. Além disso, circular com mais carga por eixo do que o permitido, além de sobrecarregar o próprio caminhão, danifica as estradas.

É crucial auxiliar os motoristas mostrando como é importante que eles confiram a carga máxima permitida no caminhão e qual o método mais indicado para carregar os produtos. Dessa forma, é possível garantir uma viagem mais tranquila para todos.

Ter cuidado nas ultrapassagens

A regra na hora de ultrapassar é prudência. É necessário se certificar de que na pista oposta nenhum outro veículo esteja vindo e nunca realizar a manobra em faixa contínua. Andar sempre pela direita e só ultrapassar veículos com carga pesada são práticas a serem levadas em consideração. Caso contrário, é necessário esperar. Não ultrapassar em curvas, lombadas, pontes ou trevos.

Ultrapassagem em local proibido é um dos principais responsáveis por gerar acidentes graves nas estradas brasileiras. Se tratando de caminhões, a atenção deve ser maior ainda, já que é um tipo de veículo que carrega muito peso e é menos ágil que um carro comum.

Os motoristas devem ter a consciência de somente ultrapassarem em local permitido e com boa margem de segurança em relação aos outros automóveis.

Quais benefícios do uso da direção defensiva?

Seguindo essas práticas rigorosamente, o motorista consegue aplicar uma boa direção defensiva e, consequentemente, reduzir significativamente a chance de que problemas mais graves aconteçam ou, pelo menos, faz com que seus efeitos sejam diminuídos, preservando a sua segurança, da carga que está sendo transportada e a de terceiros.

E você, já pratica a direção defensiva ou a implementa em sua empresa? Se todos se conscientizarem da importância dessas práticas de segurança diariamente, certamente o trânsito se tornaria um ambiente muito menos perigoso, principalmente para aqueles que se arriscam diariamente nas rodovias brasileiras.

Viu como é fácil dirigir de uma maneira mais segura? Então confira também sobre como fazer uma boa gestão de riscos na logística da sua empresa!